Intercâmbio Artístico + Experimento Cênico

COMO NÃO SABER JUNTOS: O QUE FAZER DAQUI PARA TRÁS_IN SITU

COM João Fiadeiro (PORTUGAL)

João Fiadeiro ©Ana Viotti

A maioria de nós sabe que sabe. E isso nos torna rígidos e limitados (o saber não é plástico). Alguns de nós sabem que não sabem. Isso nos torna mais disponíveis e abertos ao mundo, mas pouco aventureiros. Menor é o número de pessoas que não sabem que sabem. Essa é uma qualidade rara que, quando (o)usada com precisão, no lugar e na hora certa, pode abrir brechas inesperadas. Mas a ferramenta mais rara e, por isso, mais potente, é quando conseguimos não saber que não sabemos. Quando conseguimos estar aqui e agora sem a influência das ansiedades geradas pelas experiências passadas ou expectativas futuras. Como explorar o corpo em perigo, os lugares de colisão e as fronteiras do colapso?

A atividade conduzida por João Fiadeiro, pedagogo em foco, terá como enquadramento a performance O que Fazer Daqui para Trás (a ser apresentada na MITsp), cujo dispositivo é bastante simples: performers correm à volta de um teatro até ficarem em estado de absoluta exaustão e, nessa condição exaurida, voltam ao palco para partilhar com o espectador alguma experiência que viveram no exterior (algo que viram, sentiram, imaginaram, recolheram). Para isso, Fiadeiro vai trabalhar com os participantes a Composição em Tempo Real, ferramenta cênica que permite transformar os afetos que surgem do confronto com a rua (e com a lenta degradação do corpo) em imagens e, em seguida, em formulações-situações. No quinto dia da atividade, o grupo apresentará um experimento cênico. Haverá dois grupos de participantes concomitantes: 16 artistas com experiência em improvisação e composição das áreas da dança contemporânea, teatro e performance, e 10 pedagogos-observadores, que serão responsáveis pela tessitura narrativa (dramatúrgica, discursiva ou cênica) do processo.

No último dia (12/3), haverá apresentação de um experimento cênico.

ATENÇÃO: é importante que os artistas participantes estejam em boa forma física e que não haja nenhuma contra-indicação física para correr.

*Atividade com seleção.

QUANDO

De 5 a 12/3, qui. a qui., das 10h às 13h, com pausa dias 8 e 9.

Apresentação do experimento cênico: 12 de março, qui., das 10h às 13h, com conversas pontuais com o público entre as intervenções. Atividade gratuita e aberta ao público.

ONDE

Oficina Cultural Oswald de Andrade – Salas 3 e 11

PÚBLICO-ALVO

A atividade vai selecionar:

  • para o grupo de atuantes (20 participantes): artistas da áreas da dança contemporânea, teatro e performance e estudantes de Artes Cênicas
  • para o grupo de observadores-narradores  (10 participantes): professores de teatro, pedagogos, críticos teatrais, pesquisadores de Artes Cênicas.
INSCRIÇÃO

De 8 de fevereiro a 22 de fevereiro de 2020, até as 17h. O resultado será divulgado em 2º de março, a partir das 17h.

RESULTADO DA SELEÇÃO

 

ATIVIDADE RELACIONADAS