PARTIR COM BELEZA

TÍTULO ORIGINAL: FINIR EN BEAUTÉ

DIREÇÃO: Mohamed El Khatib

França | 2014 | 50 minutos | Classificação indicativa10 anos

Partir com Beleza

19/3 às 20h e às 22h
20/3 às 18h, às 20h e às 22h
21/3 às 20h e às 22h

LOCAL:  Casa do Povo

Comprar ingresso

Em cena, uma situação universal, mas totalmente privada: a morte da mãe do diretor e autor Mohamed El Khatib. A partir de entrevistas, e-mails, textos, documentos administrativos, memórias, lugares e outras fontes “reais”, Mohamed El Khatib (re)constrói, sozinho no palco, a história do luto, da descoberta inesperada do câncer ao falecimento de sua mãe, em 2012. Durante a apresentação, ele compartilha os momentos de dor, fala sobre a família e os irmãos, e sobre o amor eternizado pela figura materna. Esse material íntimo extravasa a singularidade do indivíduo e passa a ser comum, de todos os que, em algum momento, partilham o sentimento de luto. O espetáculo foi criado em outubro de 2014, no Festival Actoral, em Marseille, na França.

Mohamed El Khatib é um autor, diretor e performer marroquino radicado na França. Estudou literatura, cursou o CADAC (Dramatic Art Center of Mexico) e fez pós-graduação em Sociologia. Em 2008, foi um dos cofundadores do coletivo de arte Zirlib, subsidiado pelo Ministère de la Culture – Drac Centre-Val de Loire e apoiado pela Région Centre-Val de Loire, e que conta, ainda, com o suporte da cidade de Orleans. Com Partir com Beleza, ganhou o Grande Prêmio de Literatura Dramática da Academia Francesa. No seu repertório há trabalhos como Moi, Corinne Dadat, que leva ao palco a faxineira de uma escola em Bruges, e C’est la Vie, com o qual levou ao palco dois atores que tinham perdido os seus filhos. Mohamed El Khatib é artista associado ao Théâtre de la Ville, em Paris, ao Théâtre National de Bretagne e à Scène Nationale, de Beauvais.

Ficha Técnica

Texto, concepção e interpretação: Mohamed El Khatib
Ambientação visual: Fred Hocké
Ambientação sonora: Nicolas Jorio
Produção/Distribuição: Martine Bellanza
Produção: Zirlib
Coprodução: Tandem Douai-Arras/Théâtre d’Arras,  Montévidéo – créations contemporaines (Marseille), Théâtre de Vanves, Centre Dramatique National Orléans/Loiret/Centre e Scène Nationale de Sète et du Bassin de Thau

– Apoiado por Association Beaumarchais – SACD; Festival Actoral e Fonds de dotation Porosus

– O texto foi escrito com o apoio do CnT e daAssociation Beaumarchais – SACD. Foi publicado na França pela Les Solitaires Intempestifs e pela L’L édition, na Bélgica.

– Zirlib é apoiado pelo Ministère de la Culture (France) – DRAC Centre Val de Loire, Région Centre-Val de Loiree e ville d’Orléans, France.

Este espetáculo é apoiado pelo Institut Français Paris, pelo Institut Français du Brésil e pelo Consulado Geral da França em São Paulo
Críticas
2019-03-20T14:55:05-03:00