PAISAGENS PARA NÃO COLORIR

TÍTULO ORIGINAL:  Paisajes para No Colorear

GRUPO: Teatro La Re-Sentida

Chile | 2018 | 1h27min | Classificação indicativa: 14 anos

Paisajes créditos Nicolas Calderón

ENTREVISTA

DIÁLOGOS TRANSVERSAIS

PENSAMENTO-EM-PROCESSO

PENSAMENTO-EM-PROCESSO

20/3 às 19h
21/3 às 19h

LOCAL:  Teatro Porto Seguro

Comprar ingresso

O espetáculo tem como mote os inúmeros atos de violência contra adolescentes mulheres praticados no Chile e nos demais países da América Latina. A brutalidade desses acontecimentos leva a diversas questões sobre a realidade à qual as adolescentes estão expostas: como elas se desenvolvem e socializam com os seus pares? Como interagem com a história e com o presente de seu país – com os discursos, os paradigmas e as transformações sociais? De que maneira se posicionam frente ao discurso adultocêntrico? Em cena, nove adolescentes chilenas narram histórias baseadas em fatos, de casos expostos na mídia ou de experiências vividas por elas ou por pessoas próximas. Esse trabalho é o resultado de um processo de criação que começou no final de 2016, com uma equipe do Teatro La Re-Sentida, e que contemplou oficinas e audições, reunindo testemunhos de mais de 100 adolescentes chilenas.

A companhia La Re-Sentida foi fundada em 2008 em Valparaíso, no Chile. Dirigida por Marco Layera, é formada por jovens artistas da cena nacional, que se dedicam à busca e à consolidação de uma poética capaz de incorporar os impulsos, os pontos de vista e as ideias de sua geração. Assumindo como dever a reflexão e a crítica de uma perspectiva política, em onze anos de experiência, a companhia já encenou os espetáculos Simulacro, Tratando de Hacer una Obra que Cambie el Mundo, La Imaginación del Futuro e La Dictadura de lo Cool. Esses trabalhos foram apresentados em mais de 20 países, em mais de 100 palcos, e entre eles alguns dos mais prestigiados do mundo, como o Festival d’Avignon, Schaubühne, Théâtre de la Ville, Holland Festival, Wiener Festwochen, Zürcher Theater Spektakel, Festival Theaterformen e The Open Singapore International Festival of Arts.

Ficha Técnica

Criação coletiva baseada nos testemunhos do elenco e de mais de 100 adolescentes chilenas
Direção: Marco Layera
Elenco: Ignacia Atenas, Sara Becker, Paula Castro, Daniela López, Angelina Miglietta, Matilde Morgado, Constanza Poloni, Rafaela Ramírez e Arwen Vásquez
Assistente de direção: Carolina de la Maza
Dramaturgia: Carolina de la Maza e Marco Layera
Assessoria dramatúrgica: Anita Fuentes e Francisca Ortiz
Assistente de cena: Francisca Hagedorn e Soledad Escobar
Psicóloga: Soledad Gutiérrez
Cenografia e iluminação: Pablo de la Fuente
Figurino: Daniel Bagnara
Diretor técnico: Karl Heinz Sateler
Música: Tomás González
Som: Alonso Orrego
Produção: GAM (Centro Cultural Gabriela Mistral)
Coprodução: Compañía de Teatro La Re-Sentida

Críticas
2019-03-21T14:34:39-03:00