VESTÍGIOS

DIREÇÃO: Marta Soares

São Paulo/SP | 2010 | 50 minutos | Classificação indicativa: Livre

Vestígios crédito João Caldas

20/3 às 21h
21/3 às 21h

LOCAL: Centro Cultural São Paulo

Comprar ingresso

Vestígios tem como ponto de partida os aspectos monumentais dos sambaquis, sítios indígenas pré-históricos encontrados no litoral do Brasil. Para a pesquisa, a performer fez imersões físicas em cemitérios indígenas pré-históricos na região de Laguna, em Santa Catarina. Ao resgatar a memória ancestral pré-colonial, a instalação coreográfica propõe uma reflexão sobre a necessidade de trazer à tona, no campo das artes e da vida, as forças de criação e de resistência que operam por meio do corpo vibrátil. O espetáculo é uma tentativa de tornar o invisível sensível, ou seja, tornar perceptíveis os aspectos simbólicos e sagrados dos sambaquis que foram perdidos no tempo. A obra foi premiada pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) na categoria Pesquisa em Dança, em 2010.

A coreógrafa e bailarina Marta Soares desenvolve trabalhos que pesquisam possibilidades de interseções entre a dança, as artes visuais (vídeo e instalação), a arte performática e a música (espaços sonoros). Vencendora de diversos prêmios APCA na área da dança, estudou com Maria Duscheness (introdutora do método Laban no Brasil) e com Kazuo Ohno (um dos criadores da dança Butoh), e teatro performático com a performer e diretora Lee Nagrin (membro do grupo The House, dirigido por Meredith Monk). Marta Soares possui graduação em Bachelor of Arts – State University of New York (1993), mestrado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2000) e é doutora em Psicologia Clínica pelo Núcleo de Estudos da Subjetividade da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2012). Além de O Banho e Vestígios, entre as produções realizadas por ela destacam-se: Bondages; Deslocamentos; Um Corpo que Não Aguenta Mais; 206; O Homem de Jasmim; Formless e Les Poupées.

Ficha Técnica

Concepção, direção e performance: Marta Soares
Desenho de som: Lívio Tragtenberg
Captação de som: Fernando Mastrocolla de Almeida
Desenho de luz: André Boll
Operação de luz: Silviane Ticher
Espaço cenográfico: Renato Bolelli Rebouças
Assistente de cenografia: Beto Guilguer
Vídeo: Leandro Lima
Fotografia do vídeo: Ding Musa
Assistente de palco: Manuel Fabrício
Cenotécnico: Valdeniro Paes
Produção: Cais Produção Cultural
Produtores: Beto de Faria e José Renato de Fonseca de Almeida

Este trabalho foi realizado com o subsídio do Programa Rumos Dança do Itaú Cultural 2009/2010 e do VII Programa Municipal de Fomento à Dança da Secretaria da Cultura da Cidade de São Paulo.
Críticas
2019-03-17T08:00:44-03:00