Black Off

DIREÇÃO - Ntando Cele

Entrada Franca

Retirar a entrada 1h antes do espetáculo (um ingresso por pessoa). Público preferencial: 2 horas antes (com direito a um acompanhante).

Pensamento-em-Processo

com a diretora e performer Ntando Cele.  Mediação Nina Caetano (UFOP)
19/03, de 11h às 12h | Local: Itaú Cultural

Diálogos Transversais

com Djamila Ribeiro.
20/03, ao final da apresentação | Local: Itaú Cultural

Sinopse

Ntando Cele, nascida na cidade de Durban, naprovíncia de KwaZulu-Natal, na África do Sul, aborda e enfrenta estereótipos racistas em Black Off.Na primeira parte do espetáculo, a performer e atriz assume o seu alter ego intitulado Bianca White, uma comediante sul-africana, viajante do mundo e filantropa, que julga saber tudo sobre negros no mundo inteiroe ainda quer ajudá-los a superar a sua “escuridão interior”. Na segunda parte, Ntando Cele lida com estereótipos de mulheres negras e tenta descobrir como o público a vê. Existe a possibilidade de mulheres negras serem “apenas” artistas ou elas sempre carregam o fardo da raça e do gênero em qualquer coisa que façam? O espetáculo se estrutura como uma mistura de comédia stand-up, concerto e performance.

Histórico

A Companhia Manaka Empowerment Productions foi fundada em 2014 pela performer, atriz e criadora de teatro Ntando Cele, junto com o compositor e músico Simon Ho, além do escritor, músico e consultor de dramaturgia Raphael Urweider. A companhia está sediada na cidade de Berna, capital da Suíça. O trabalho da Manaka Empowerment combina performance, música, texto e vídeo, desafiando identidades, enfrentando preconceitos e buscando detectar estereótipos. Ciente de que uma sociedade multicultural não leva necessariamente à compreensão intercultural, a Manaka Empowerment tenta abordar a questão das origens e criar algo universal e global. A performer e atriz Ntando Cele possui diploma em Estudos de Drama, na Universidade de Tecnologia de Durban (1999-2001) e Mestrado em Teatro, na Dasarts-Amsterdam (2009-2012). Como artista independente, está envolvida em muitos projetos. A performance Face Off foi apresentada no Zürcher Theaterspektakel, no Festival Belluard, na Switzerland and Compagnie Theater, e em Amsterdam, no Neu\ NOW Festival de 2013. Em 2014, Ntando Cele participou de Erika in Afrika, de  Kämpf/ Urweider, no Schlachthaus Theatre Berne e desenvolveu a palestra performance musical Complicated Art for Dummies, que estreou no Live Art Festival, na Cidade do Cabo.  Em 2015, criou Black Notice, uma mistura de curso de autoajuda sobre racismo e  concerto punk para o Festival Afrovibes, em Amsterdã e para o die Heitere Fahne, em Berna.  Além disso, atuou em Ost.Küste.Horror, de 400asa/Berger-Kohle/ PengPalast, na Fabriktheater Rote Fabrik Zurich e no Tojo Theatre, em Berna; e em Hotel Kosmos, do Club 111, no Schlachthaus Theater Berne. A performance concerto Black Off estreou em novembro de 2016, também no Schlachthaus Theater Berne.

Ficha Técnica

Diretor: Ntando Cele
Autor: Ntando Cele/ Raphael Urweider
Produtor: Manaka Empowerment Productions
Performance e Vídeos: Ntando Cele
Composição/Música: Simon Ho
Música: Patrick Abt, Pit Hertig
Texto/Codireção: Raphael Urweider
Iluminação: TonioFinkam
Técnica: Maria Liechti
Tradução do Texto: Hugo Casarini
Produtor Executivo/Diretor de Palco: Michael Röhrenbach
Uma coprodução com o PRAIRIE, modelo de coprodução do Migros Culture Percentage para companhias de teatro e dança inovadoras da Suíça.

2017-03-17T21:34:06+00:00 8 de fevereiro de 2017|Black Off, Espetáculos Internacionais|