MITsp

De repente fica tudo preto de gente

DATAS-ESPETACULOS-derepente

Encenação

Marcelo Evelin

Companhia

Demolition Inc.

Ficha Técnica

Criado e performado por Andrez Lean Ghizze, Daniel Barra, Elielson Pacheco, Hitomi NagasuJell Carone, Loes Van der Pligt, Marcelo Evelin, Marcio Nonato, Regina Veloso, Rosângela Sulidade, Sérgio Caddah, Show Takigushi, Tamar Blom, Wilfred Loopstra.

Co‐produzido por Festival Panorama (Brasil), 
Kyoto Experiment, com apoio de Saison Foundation (Japão) e Kunstenfestivaldesarts (Bélgica), com o apoio do Theater Instituut Nederland | TIN e Performing Arts Fund NL. Contemplado pelo Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2011.

Sinopse

O espetáculo investiga o conceito de massa a partir do livro de Elias Canetti “Massa e Poder” (1960), que a descreve como fenômeno enigmático e universal. O espectador divide o espaço com o intérprete, um buraco negro, horizonte de eventos para a massa que busca o ponto mais negro, o pretume, lá onde se está tão próximo do outro quanto de si mesmo. A criação de Marcelo Evelin foi feita para cinco jovens performers de diferentes partes do mundo: Teresina, Kyoto, São Paulo, Ipatinga, Amsterdam.

Histórico

Marcelo Evelin nasceu no Piauí, é coreógrafo, pesquisador e intérprete, com atuação na área de dança e teatro físico. Vive e trabalha em Teresina e Amsterdam. Foi para a Europa em 1986, onde estudou dança e coreografia na França e, posteriormente, radicou-se na Holanda. Lá, foi aluno na Universidade de Nova Dança (SNDO) e integrou a Companhia de Dança-Teatro The Meekers, de Arthur Rosenfeld. Foi estagiário da Companhia de Pina Bausch, em Wuppertal na Alemanha, antes de iniciar sua carreira como coreógrafo profissional, ao criar a Companhia Demolition Inc. Desde então, já assinou mais de 25 espetáculos com roteiro, direção e coreografia de sua autoria.

Atualmente, ensina na Escola Superior de Mímica de Amsterdam-Holanda, onde também orienta estudantes em processos criativos. Desde 2006, vem atuando também como gestor e curador, tendo implantado em Teresina (Piauí) o Núcleo do Dirceu, uma plataforma de artistas independentes voltados à pesquisa e ao desenvolvimento das Artes Performáticas Contemporâneas, o qual coordenou até julho de 2013. Seus dois mais recentes espetáculos, “Matadouro” (2010), e “De repente fica tudo preto de gente” (2012) estão sendo apresentados atualmente em teatros e festivais no Brasil e exterior.

WWW.MARCELOEVELIN.WORDPRESS.COM WWW.NUCLEODODIRCEU.COM.BR

Fortuna Crítica

 Impossível escapar do impacto da massa humana tratada nesta peça ímpar do piauiense Marcelo Evelin, estreia mais importante do festival Panorama, em novembro. Catharina Wrede e Silvia Soter, O Globo.

 Ao trabalhar sobre o conceito de massa, Marcelo Evelin permite a cada um a liberdade de imaginar, nesse corpo-a-corpo contagioso, evocações de revoltas, migrações, diásporas. (…) Os corpos se emaranham, se apertam, se amarram, e na medida em que nossos pensamentos escapam, divagam e dançam mais loucamente que os corpos de fuligem, quadros negros das nossas próprias imagens. Catherine Makereel, Le Soir, Bruxelas.

VÍDEO

Compartilhar:

PROGRAMAÇÃO

cartela-home

RECENTES

TWITTER


LIKE

FACEBOOK

FALE CONOSCO

Contatos

  • MITsp - Mostra Internacional de Teatro de São Paulo
  • 55 11 2158 0877
  • Rua da Consolação, 1623 Consolação, São Paulo, SP, 01301-100
ENVIAR MENSAGEM POR E-MAIL

 

Perfis Sociais