Olhares Críticos

-Olhares Críticos
Olhares Críticos2018-03-14T15:32:39+00:00

Curadoria: Daniele Avila Small e Luciana Eastwood Romagnolli
Esta programação será atualizada à medida que outros eventos e participantes sejam confirmados.

Reflexões estético-políticas

Seminário: O estatuto da arte no Brasil contemporâneo: liberdade, alteridade, mediação

MasterclassCorpo, afeto e política no teatro contemporâneo. Com Victoria Pérez Royo*

A pesquisadora espanhola Victoria Pérez Royo expõe sua pesquisa sobre o lugar do corpo no teatro contemporâneo, suas implicações afetivas e sua relação com a política no contexto da arte, considerando espetáculos que integram a programação da MITsp 2018.

*A vinda da pesquisadora ao Brasil conta com o apoio da Embaixada da Espanha e da SP Escola de Teatro

Dia 6/3 (terça-feira), das 14h às 16h 
Onde: Itaú Cultural

Mesa-redonda: O mal estar das mediações e o isolamento da arte

Em 2017, a distância entre as discussões de arte contemporânea e o grande público foi manipulada em prol de uma agenda política reacionária. Em vista disso, propomos refletir sobre o lugar da mediação nas artes e, especificamente, no teatro: o prejuízo da invisibilidade ou do mau uso das mediações, a má compreensão das suas funções e dos seus poderes. Nesse contexto de aceleração da emissão de opiniões imediatas e da crença na legitimidade dessa não-mediação, a rejeição da reflexão, da crítica e da intelectualidade não seria parte decisiva do processo de isolamento da arte?

Com Marcos Alexandre, Renan Marcondes, Rita Aquino e Wagner Schwartz Mediação: Patrick Pessoa
Dia 8/3 (quinta-feira), das 14h às 17h 
Onde: Itaú Cultural

Mesa-redonda: Crítica não é censura: de quem é a arte que pode tudo?

Em casos recentes, a reação de artistas às críticas feitas pelos movimentos sociais muitas vezes se traduziu em uma defesa irrefletida de território, com alegações de uma autonomia absoluta da arte. Essa arte que pode tudo não estaria restrita a contextos de classe, raça e gênero? Confundir crítica e censura não seria mais um modo de silenciar as vozes que até então tinham lugar periférico ou nenhum nos debates sobre a arte em um circuito elitista? Como praticar uma crítica capaz de escuta e de conjugar liberdade com alteridade?

Com Aline Vila Real, Georgette Fadel, Juliano Gomes, Kil Abreu e Renata Carvalho Mediação: Michele Rolim
Dia 9/3 (sexta-feira), das 13h30 às 18h (com intervalo) 
Onde: Itaú Cultural

A mesa será dividida em duas partes, com intervalo

Mesa-redonda: Amor e ódio ao corpo no Brasil

A imediata associação do corpo nu com o sexo e a subsequente condenação dessa condição revelam uma dinâmica confusa entre a construção imagética de um suposto hedonismo tropical do povo brasileiro e uma realidade cotidiana de repressão e moralismo patriarcal. A lida com o corpo na arte, a nudez como escolha formal de determinadas obras e suas implicações afetivas e políticas são temas para um debate que ultrapassa os problemas da arte.

Com Gaudêncio Fidelis, Laís Machado e Leonarda Glück
Mediação: Patrick Pessoa
Dia 11/3 (domingo), das 14h às 16h30 
Onde: Avenida Paulista (na esquina com a Rua Teixeira da Silva). Se chover, a atividade será realizada na Sede do Teatro da Vertigem

Performance: Pontos de Vista

Performance: Você Tem Um Minuto Para Ouvir a Palavra? Maratona de Leituras Públicas

Intervenção e mediação no espaço público: Conversa sobre mediações nas artes a partir das ações realizadas na rua

Com Ana Luisa Santos, artista que faz a performance Pontos de vista, e Nayse López, diretora artística do Festival Panorama, que propõe a maratona de leituras públicas Você tem um minuto para ouvir a palavra?

Dia 4/3 (domingo), das 15h30 às 16h30 
Onde: Avenida Paulista (Na esquina com a Rua Teixeira da Silva). Se chover, a atividade será realizada na Casa das Rosas

Especial

DIÁLOGO ENTRE JORIS LACOSTE E NUNO RAMOS

O encenador francês Joris Lacoste e o escritor e artista visual brasileiro Nuno Ramos – artistas presentes na abertura e no encerramento da MITsp 2018, respectivamente – conversam sobre seus processos criativos. Em comum, o foco na palavra e o uso de arquivos públicos de discursos nos seus espetáculos.

Mediação: Maria Eugênia de Menezes
Dia 5/3 (segunda-feira), das 19h às 21h 
Onde: Itaú Cultural

ENTREVISTA PÚBLICA COM O ENCENADOR POLONÊS KRYSTIAN LUPA

Com o encenador Aderbal Freire-Filho e a atriz, diretora e dramaturga Denise Stoklos
Mediação: Maria Eugênia de Menezes

Dia 10/3 (sábado), das 20h às 22h
Onde: Sesc Pinheiros
Quanto: Gratuito. Os ingressos serão distribuídos a partir das 14h, no Sesc Pinheiros

História, teatro e política em debate com o International Institute of Political Murder

ASSEMBLEIA GERAL: DEMOCRACIA E REPRESENTAÇÃO NO MUNDO CONTEMPORÂNEO

Quem é representado na esfera pública e quem não é? Com o projeto intitulado Assembleia Geral, Milo Rau e o International Institute of Political Murder completam o seu trabalho sobre as condições políticas e artísticas do realismo global. Realizada em novembro de 2017, a Assembleia Geral promoveu um grande encontro com delegados de 60 países, com a intenção de dar espaço para aqueles que não têm suas vozes escutadas e que formam hoje o terceiro estado global, para redigir a Carta do século XXI. Antes do debate, haverá a exibição do filme Storming Of The Reichstag, com duração de 18 minutos.

Participam da conversa a dramaturga e pesquisadora Eva-Maria Berstchy e os convidados Lucio Bellentani e Diogo Costa

Dia 8/3 (quinta-feira), das 10h às 12h
Onde: Goethe-Institut São Paulo

TRIBUNAL CONGO

Estreia latino-americana do filme Tribunal Congo, projeto do encenador suíço Milo Rau, lançado em 2017, que constitui originalmente uma peça e um filme. O projeto investiga a guerra que há 20 anos se estende na região dos Grandes Lagos, no Congo, com mais de 6 milhões de mortes. A obra dá continuidade à pesquisa de Milo Rau sobre a África Central, iniciada com a peça Hate Radio, de 2011, que trata do genocídio de Ruanda em 1994.

A exibição do filme será seguida por uma conversa presencial com a dramaturga e pesquisadora Eva-Maria Bertschy

Dia 8/3 (quinta-feira), das 20h às 22h
Onde: Espaço Itaú de Cinema Anexo
Quanto: Gratuito. A distribuição de ingressos será feita na bilheteria, a partir das 19h

Diálogos Transversais

Comentários críticos realizados logo após uma das apresentações de cada espetáculo, no próprio teatro e em diálogo com o público. Convidamos artistas e pensadores provenientes de outros campos do conhecimento para lançarem olhares transversais, cruzarem as fronteiras e ampliarem as leituras das obras.
Mediações: José Fernando Azevedo e Maria Lúcia Pupo

Suíte nº2 –  Luz Ribeiro, dia 2/3
Campo MinadoMarcio Seligmann-Silva, dia 03/3
King SizeCharles Gavin, dia 04/3
PalmiraChristian Dunker, dia 6/3
HamletMarcelo Caetano, dia 7/3
sal.Ana Maria Gonçalves, dia 10/3
País ClandestinoAndré Dahmer, dia 11/3

Espaço de ensaios

Curadoria: Silvia Fernandes, Luciana Eastwood Romagnolli e Daniele Avila Small

Artigos escritos por pesquisadores e pesquisadoras dos programas de pós-graduação de universidades brasileiras sobre as trajetórias criativas dos artistas convidados para a MITsp.

Suíte nº 2 – Ligia Souza de Oliveira (doutoranda/USP)
Campo MinadoAna Bernstein (UNIRIO)
Árvores Abatidas – Pedro Vilela (mestrando/UFBA)
King Size Matteo Bonfitto (Unicamp)
PalmiraMilton de Andrade (Udesc)
HamletDenilson Lopes (UFRJ)
sal.Denise Espírito Santo (UERJ)
País ClandestinoSara Rojo (UFMG)

* Com Textos de Atravessamento de Marcio Seligmann-Silva e Patrick Pessoa
* Dossiê sobre Curadoria em Artes Cênicas com textos de Aline Vila Real, Felipe Assis, Kil Abreu, Nayse López e Florian Malzacher (Alemanha)
* Entrevistas com Joris Lacoste e Krystian Lupa

Pensamento-em-Processo

Encontros com os artistas dos espetáculos da mostra, que compartilharão questões de seus processos criativos, mediados por pesquisadores brasileiros

AudioReflex – Pedro Vilela (mestrando/ UFBA), dia 2/3, às 11h, no Museu da Imigração 
Campo Minado – Ana Bernstein (UNIRIO), dia 2/3, após o espetáculo, no SESI
Suíte nº2 – Ligia Souza de Oliveira (doutoranda/USP), dia 3/3, às 11h, no Itaú Cultural 
King Size – Matteo Bonfitto (Unicamp), dia 6/3, às 11h, no Itaú Cultural 
Hamlet – Denilson Lopes (UFRJ), dia 7/3, às 10h, no Itaú Cultural 
Palmira – Milton de Andrade (Udesc), dia 7/3, às 11h, no Itaú Cultural 
País Clandestino – Sara Rojo (UFMG), dia 10/3, às 11h, no Itaú Cultural 
sal. – Denise Espírito Santo (UERJ), dia 9/3, às 11h, no Itaú Cultural

Prática da Crítica

Abertura comemorativa

Daqui a 10 anos…

Conversa com Daniel Schenker, Daniele Avila Small, Paulo Mattos, Patrick Pessoa e Renan Ji, integrantes da revista Questão de Crítica, que em março de 2018 completa 10 anos de atividades.

Dia: 5/3 (segunda), às 14h
Onde: Goethe-Institut São Paulo

Crítica diária

Produção diária de críticas sobre os espetáculos da mostra para veiculação impressa e eletrônica (www.mitsp.org)

Coordenação + crítica: Julia Guimarães (BH)

Críticos participantes: César Ribeiro (artista convidado, diretor do grupo Garagem 21/SP), Clóvis Domingos – Horizonte da Cena (MG), Diogo Spinelli – Farofa Crítica (RN), Juliano Gomes – Revista Cinética (RJ), Laís Machado – Plataforma Araká (BA), Michele Rolim – Agora Crítica Teatral (RS), Renan Ji – Questão de Crítica (RJ)

Mesa-redonda

Cena Contemporânea: panoramas críticos

Os críticos convidados à Prática da Crítica debaterão o conjunto de espetáculos apresentados na MITsp, sua repercussão e, a partir deles, questões sobre a cena teatral contemporânea.

Dia 10/3 (sábado), das 14h às 18h 
Onde: Itaú Cultural

Debates e lançamentos de livros

Afetos, relações e encontros com filmes brasileiros contemporâneos, de Denilson Lopes. Comentário de Rubens Machado

O teatro negro em perspectiva: dramaturgia e cena negra no Brasil e em Cuba, de Marcos Alexandre. Comentário de Allan da Rosa

O que pensam os curadores de Artes Cênicas, de Michele Rolim. Comentário de Rita Aquino

Mediação: Patrick Pessoa
Dia 7/3 (quarta-feira), das 14h às 16h30 
Onde: Itaú Cultural

Lançamentos da N-1 + Mesa redonda: O devir negro do mundo

Necropolítica, de Achille Mbembe

Cordéis: O fardo da raça, de Achille Mbembe, e Eu, um crioulo, de José Fernando Azevedo

Mesa redonda com os debatedores convidados pela editora N-1: José Fernando Azevedo, Rosane Borges e Tatiana Roque.

Mediação: Peter Pál Pelbart
Dia 7/3 (quarta-feira), das 16h30 às 18h30 
Onde: Itaú Cultural

Laboratório de Jornalismo Cultural

Em parceria com a MITsp, alunos de comunicação da PUC-SP farão a cobertura jornalística dos Olhares Críticos sob orientação do professor Fabio Cypriano.

Compartilhar