Suíte n°2

--Suíte n°2

Direção: Joris Lacoste
1/03 às 20h30 para convidados
2/03 às 21h | 3/03 às 21h
Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer
1h25min de duração

Pensamento-em-Processo

03/03 às 11h
Itaú Cultural

Diálogos Transversais

Com Luz Ribeiro
após a apresentação
Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer

Espaço de ensaios

Ligia Souza de Oliveira (doutoranda/USP)

Sinopse

A segunda Suíte do projeto Enciclopédia da Fala (Encyclopédie de la Parole) orquestra discursos que têm em comum produzir, cada qual ao seu modo, algum tipo de impacto no mundo. Todas essas palavras ditas são reais. Cada uma delas foi pronunciada algum dia, em algum lugar do mundo, e então recolhida pela Enciclopédia da Fala. Elas se encontram pela primeira vez no trabalho criado por Joris Lacoste e realizado por um quinteto de artistas, com harmonias do compositor Pierre-Yves Macé. O espetáculo é falado em diversas línguas: inglês, japonês, francês, árabe, holandês, alemão, português, espanhol, russo, croata, lingala, chinês, dinamarquês, sânscrito e urdu.

Histórico

O francês Joris Lacoste (1973) vive e trabalha em Paris. Escreve para teatro e rádio desde 1996 e realiza os próprios espetáculos desde 2003. Assinou 9 Lyriques Pour Actrice et Caisse Claire, no Laboratoires d’Aubervilliers, em 2005, e Purgatoire, no Théâtre National de la Colline, em 2007. De 2007 a 2009, foi codiretor dos Laboratoires d’Aubervilliers. Em 2004, lançou o projeto Hypnographie para investigar as funções artísticas da hipnose, que resultou em vários trabalhos, como uma peça radiofônica, um espetáculo e uma performance. Iniciou dois projetos coletivos, W, em 2004, e a Enciclopédia da Fala, em 2007. Esse último pesquisa as formas de oralidade e reúne músicos, poetas, diretores, artistas visuais, atores, sociolinguistas e curadores, que coletam todos os gêneros de gravações de falas e as catalogam em seu site, de acordo com especificidades, tais como cadência, musicalidade, timbre, origem, saturação ou melodia. Em 2013, a Enciclopédia da Fala deu início a um ciclo de quatro suítes para coral, todas baseadas no mesmo princípio: a reprodução ao vivo das gravações extraídas do seu arquivo.

Ficha Técnica

Concepção: Encyclopédie de la Parole
Criação e Direção: Joris Lacoste
Criação Musical: Pierre-Yves Macé
Interpretação:  Vladimir Kudryavtsev, Bianca Iannuzzi, Nuno Lucas, Crystal Shepherd-Cross, Thomas Gonzalez
Colaboração Artística: Elise Simonet
Iluminação, Vídeo e Operação Técnica em Geral: Florian Leduc
Som: Stéphane Leclercq
Figurinos: Ling Zhu
Coach de Voz: Valérie Philippin e Vincent Leterme
Tradução – Gestão de Projeto: Marie Trincaretto
Assistente de Vídeo: Diane Blondeau
Programação de Vídeo: Thomas Köppel
Revisão e Correções: Julie Etienne
Coach de Línguas: Azhar Abbas, Amalia Alba Vergara, Mithkal Alzghair, Sabine Macher, Soren Stecher-Rasmussen, Ayako Terauchi Besson
Coletores: Constantin Alexandrakis, Mithkal Alzghair, Ryusei Asahina, Adrien Bardi Bienenstock, Judith Blankenberg, Guiseppe Chico, Manuel Coursin, David-Alexandre Guéniot, Léo Gobin, Haeju Kim, Monika Kowolik, Federico Paino, Pauline Simon, Ayako Terauchi Besson, Helene Roolf, Anneke Lacoste, Max Turnheim, Nicolas Mélard, Tanja Jensen, Ling Zhu, Valerie Louys, Frederic Danos, Barbara Matijevic, Vladimir Kudryavtsev, Olivier Normand, Nuno Lucas
Produção e Administração: Dominique Bouchot e Marc Pérennès
Produção e Distribuição: Judith Martin/Ligne Directe
Produção: Echelle 1:1 (empresa conveniada ao Ministério da Cultura e da Comunicação/DRAC Ile-de-France).
Coprodução: T2G Théâtre de Gennevilliers / Festival d’Automne à Paris, Asian Culture Complex – Asian Arts Theater Gwangju, Kunstenfestivaldesarts, Théâtre Vidy-Lausanne, Steirischer Herbst Festival, Théâtre Agora-Seinendan, La Villette – résidences d’artistes 2015, Théâtre National de Bordeaux en Aquitaine, Rotterdamse Schouwburg. Suíte n°2 é coproduzido pela NXTSTP com o apoio do Programme Culture de l’Union Européenne. Com o apoio do Institut Français, como parte dos programas Théâtre Export e CIRCLES, e do Nouveau Théâtre de Montreuil. O espetáculo esteve em residência artística na Usine, Scène Conventionnée (Tournefeuille).
Línguas: inglês, japonês, francês, árabe, holandês, alemão, português, espanhol, russo, croata, lingala, chinês, dinamarquês, sânscrito, urdu.

Você pode ouvir a íntegra da coleção sonora da Enciclopédia da Fala gratuitamente em www.encyclopediedelaparole.org

Se você deseja contribuir para o projeto enviando gravações, escreva para info@encyclopediedelaparole.org

Compartilhar
2018-02-21T17:50:06+00:00 29 de Janeiro de 2018|Espetáculos|