Caranguejo Overdrive

--Caranguejo Overdrive

Direção:Marco André Nunes
Quando: Dia 6/3, às 16h e às 18h30
Onde: Teatro Sesi SP
Duração: 60 min – com legenda
Classificação indicativa: Acima de 12 anos

Sinopse

Caranguejo Overdrive conta a história de Cosme, ex-catador de caranguejos no mangue carioca da metade do século XIX. Convocado para integrar as forças brasileiras na Guerra do Paraguai, ele enlouquece no campo de batalha, volta ao Rio de Janeiro e encontra uma cidade em grande transformação. Na capital, Cosme arruma trabalho na construção do canal que representou a primeira grande obra de saneamento da cidade, na região da Praça Onze. Mas entra em crise novamente, abandona tudo, vaga pela noite, mergulha no delírio. Apanhado por uma tempestade dessas tão conhecidas dos cariocas, torna-se, enfim, um caranguejo. Dirigida por Marco André Nunes, a peça dialoga com a obra do geógrafo Josué de Castro e com o movimento manguebeat, que surgiu no Recife no fim dos anos 1990 e teve no músico Chico Science seu maior expoente.

Com quatro indicações ao Prêmio Shell (nas categorias direção, texto, ator e atriz), quatro ao Prêmio Cesgranrio (melhor espetáculo, direção, texto e ator) e cinco ao Prêmio Questão de Crítica (melhor espetáculo, direção, texto, atriz e direção musical), Caranguejo Overdrive foi eleito um dos melhores espetáculos de 2015 pelo jornal O Globo e pela revista Veja.

Histórico 

Formada em 2005, no Rio de Janeiro, Aquela Cia. de Teatro tem seu trabalho marcado por processos de criação abertos e colaborativos e uma investigação sobre a relação entre teatro, música e literatura. Ao longo de seus 13 anos, o grupo montou espetáculos como Projeto K. (sobre vida e obra do escritor Franz Kafka), Sub:Werther (interpretação do romance Os Sofrimentos do Jovem Werther, de Goethe, a partir dos intertextos do livro Fragmentos de um Discurso Amoroso, de Roland Barthes), Lobo nº1 [ A Estepe] (baseado no romance de Herman Hesse), Do Artista Quando Jovem (em torno do universo literário de James Joyce), Outside, um musical noir (inspirado no encarte do álbum homônimo de David Bowie), Cara de Cavalo (que narra a trajetória de Manoel Moreira, inimigo público nº 1 do Rio de Janeiro em 1964, e suas interlocuções com a obra do artista Hélio Oiticica) e Edypop (explorando o encontro imaginário entre o mais pop dos herói gregos, Édipo, e o mais trágico dos artistas pop, John Lennon). Caranguejo Overdrive faz parte da trilogia carioca, juntamente com os textos Cara de Cavalo (2012) e Guanabara Canibal (2017).

Ficha Técnica

Texto: Pedro Kosovski
Direção: Marco André Nunes
Com Carolina Virguez, Alex Nader, Eduardo Speroni, Fellipe Marques, Matheus Macena
Músicos em cena: Felipe Storino, Maurício Chiari e Samuel Vieira
Direção Musical: Felipe Storino
Iluminação: Renato Machado
Instalação Cênica: Marco André Nunes
Ideia Original: Maurício Chiari
Produção: Núcleo Corpo Rastreado
Produção Executiva: Thaís Venitt
Realização: Aquela Cia. De Teatro

Compartilhar
2018-03-06T14:03:43+00:00 22 de fevereiro de 2018|MITbr-espetaculos|